Batata Sem Umbigo

21 de maio de 2011

Leituras - parte 4

Que o Warren Ellis é um puta escritor de quadrinhos eu já sabia, conhecia seus trabalhos com super-heróis de longa data, mas me surpreendi demais com essa HQ. Red é viceral. Violento e rápido, leitura de meia hora para os desatentos, e de muitas horas para os detalhistas. A composição das cenas de ação, silenciosas até o estourar de um projétil. Sem dúvida, não é uma história que apela para a moral cristã, a personagem principal é um assassino, e um assassino dos bons, que só queria ser deixado de lado, não queria mais nenhum contato com outros seres humanos, pois esse simples contato já lhe trazia lembranças de seu passado maculado de sangue. Red traz uma crítica simples ao sistema bélico norte americano, e de como os Estados Unidos age para limpar suas sujeiras, as atrocidades ficam subentendidas, a HQ é uma história de vingança e de ódio. Os desenhos de Cully Hamner são lindos e casam bem com a narrativa, fazendo desse gibi um ótimo exemplo de que para se contar uma boa história de ação não se precisa gastar uma infinidade de páginas.

ps: o filme baseado na HQ que tem Bruce Willis como ator principal é pífio, transformou tudo que tinha de bom no roteiro em ação-pastelão de Hollywood - ou seja, uma merda!

Um comentário:

  1. muito bom... mas parece que acaba meio de repente... acho que o cara podia ter desenvolvido mais a história...

    ResponderExcluir