Batata Sem Umbigo

22 de fevereiro de 2010

Tarde de algum dia de Fevereiro com Tim Maia



prenúncio de chuva, os pássaros pararam seus gorjeios, e eu aqui fumando um cigarro para passar o tempo, rotina lastimável de um dia de fevereiro...
tabalhadores pensam em seus trabalhos que querem, que devem, que têm que acabar o mais rápido possível...
meninas e meninos brincam os últimos instantes antes de suas mães esbravejarem que voltem logo para o conforto de seus lares, seus seios...
mendigos procuram algum lugar coberto, em busca de mais um penúltimo trago de pinga de um real...
todos eles emanam suores levemente adocicados que contrastam com meu fétido hálito de tabaco...
me dê motivo para sair deste sofá
me dê motivo para querer entender o caos que domina meu corpo e mente, e que não me deixa encontrar um fim no último degrau da escada sem fim que é essa vida
me dê motivo para acreditar neste sol e nas cinzas nuvens que se formam
me dê motivo para tentar esquecer as paixões do passado enterradas em porões sabor chocolate
me dê motivo para levantar e ir trabalhar, mesmo sabendo que o que se ganha é pouco e mesmo sendo muito não traria porra nenhuma de felicidade
me dê motivo para não trabalhar mais e virar mais um mendigo bebado em busca do penúltimo trago de pinga de um real
me dê motivo para sair nessa chuva


A chuva choveu mesmo havendo sol naquela tarde de fevereiro e durou uns poucos minutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário