Batata Sem Umbigo

10 de maio de 2010

Traços


E de repente fluiu dentro do peito, junto de uma vontade incontrolável de gritar, um sentido nunca antes experimentado de liberdade. E vi que tudo o que viera antes era falso e passageiro, e antes que a angústia que o fim daquele instante viesse provocar, agarrei-me à vontade e larguei tudo. Meu nome e minha cidade, meus amores e inimizades. Livre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário